Quer mudar sua empresa de patamar?

nas categorias Gestão, Marca, em

Entenda o que você precisa fazer antes de dar o primeiro passo

 

Conseguimos identificar nos clientes que tem procurado a Jumpers uma característica comum, a vontade de levar seu negócio para um novo patamar. Quando falo de patamar me refiro a uma sensação subjetiva de crescimento, de “troca de pele”.

 

Mudar de patamar é subjetivo, mas nem tanto

Alguns clientes vêm com uma ideia e nos pedem ajuda para transformá-la em um produto ou serviço, alguns vem com uma empresa já estruturada que entendem estar próxima de um platô ou estagnação e precisam desenvolver novos modelos ou buscar novos mercados, alguns nos procuram querendo crescimento financeiro e outros entendem que a empresa está preparada para crescer, mas precisam estruturá-la para que esse crescimento seja organizado e atendido internamente.

 

Fato é que, ao longo destes 2 anos, participamos de 32 projetos, em sua maioria os empreendedores traziam desafios como os que citei. Isso nos obrigou a, cada vez mais, buscar informações e métodos para que nosso apoio seja efetivo. Essa experiência, somada às experiências anteriores do time Jumpers (em sua maioria composto por empreendedores com experiências bem diferentes, de startups à varejo) começou a nos dar insumo suficiente para conseguir apoiar a mudança de patamar destes negócios.

 

Nosso método para mudança efetiva

 

Descobrimos que existem alguns métodos e processos que podem e vão ajudá-lo a seguir por essa mudança de patamar de uma forma mais tranquila e direcionada. O processo é simples, mas trabalhoso e, quando realizado de forma exemplar, tem grandes chances de funcionar:

 

  1. Marca – Propósito + habilidade singular
  2. Público – Fundamentação para a demanda
  3. Modelo – Variáveis do negócio + mercado + Viabilidade
  4. Posicionamento – Fatia de mercado a ser abordada
  5. Estratégia – Tomada de direção
  6. Plano – Mapa de execução
  7. Execução – Rotina de realização

 

Minha ideia é trazer cada uma das etapas em uma série de conteúdos que efetivamente te ajudem a elevar seu negócio.

 

Marca – o propósito aliado as suas habilidades singulares

 

Já trouxemos em outros textos nossa crença sobre a importância da marca como o grande direcionador do negócio, tratamos como marca toda a experiência e a percepção que os públicos devem ter com seu negócio, ou seja, as formas como eles encaram e sentem sua empresa.

 

Desenvolver uma marca não é algo rápido de ser feito, tampouco simples, é algo que está intrinsecamente ligado aos processos do negócio, às suas ferramentas de gestão e ao contexto cultural no qual o negócio está inserido.

 

Nosso trabalho então é conseguir definir o desenho dessa marca, para que ela tenha uma construção pró ativa e intencional das experiências que permeiam e solidificam a visão dos públicos. Em outras palavras, definindo o que quero da minha marca sou capaz de desenhar processos capazes de criar essa imagem na cabeça do consumidor. Vale a pena ler este outro texto falando sobre experiências de marca e como ela é capaz de gerar diferenciação em praticamente qualquer mercado.

 

Este desenho parte inicialmente dos anseios do empreendedor, ou seja, buscamos entender qual seu propósito, seus valores e suas habilidades singulares.

 

É importante em qualquer movimento de crescimento do negócio, ou mudança de patamar, criar ou manter um alinhamento que começa pela definição da marca.

 

Como você pode desenhar sua marca:

  1. Faça uma reflexão sobre o que te move, o que te faz levantar da cama, por que você está fazendo o que faz hoje, ao invés de outra coisa. Esta resposta nem sempre é óbvia e muitas vezes fica difusa durante a construção, mas muitas vezes está ligada a algo que você é capaz de fazer muito bem.

    Dica 1:
    Faça uma retrospectiva da sua vida, pense no caminho que te trouxe até aqui e como você o trilhou. Provavelmente você encontrará pontos comuns durante toda essa trajetória, é provável que eles sejam a base para seu propósito.

    Dica 2:
    Como bom empreendedor que é, você provavelmente está buscando mudar de alguma forma o status quo, a forma como as coisas acontecem hoje. Pense restritamente no que você está tentando mudar. Melhorar a comunicação entre as pessoas? Melhorar a educação das pessoas? Tornar acessível a saúde para todos?

 

  1. Pense nos valores que acredita e na forma de trabalho que quer em sua empresa. Existem empresas que querem ter uma forma de se relacionar próxima do público, outras preferem ter automatização neste relacionamento. Existem empresas que querem entregar produtos simples, outras que preferem criar produtos complexos e com várias funcionalidades. Existem empresas que desejam fazer tudo processuado e outras que preferem dar autonomia para os colaboradores. Enfim, genericamente não existe certo e errado, existe o que é certo ou errado para o seu negócio.

 

  1. Para facilitar este trabalho, utilize esse canvas.

 

Nas próximas semanas traremos os outros tópicos explicando os pontos que acreditamos serem fundamentais para estruturação de um negócio almejando a sua mudança de patamar. Tem algo a acrescentar, concorda ou discorda de algum ponto? Deixe seus comentários e vamos conversar.

 

Juliano Cortez – Gestor de Projetos Jumpers

Empreendedor com 13 anos de mercado, criou alguns negócios de sucesso e hoje se dedica a fazer outros empreendedores evoluírem em seus propósitos. Interessado por tecnologia, experiência do usuário e novas formas de fazer as coisas.

 

 

 

 

 

 

 

Quer saber mais sobre a Jumpers e mudar sua empresa de patamar com ajuda do nosso time?
Preencha nosso formulário de contato clicando AQUI



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *